A culpa não é minha!

O que fazer quando as pessoas não assumem a responsabilidade pelo que delas se espera? O que fazer quando um coloca a culpa no outro e ninguém assume a responsabilidade? O que fazer quando um deixa para o outro e as coisas simplesmente não acontecem?
  
Há pessoas especializadas em achar culpados para suas próprias responsabilidades. Por mais incrível que possa parecer, outro dia, ao visitar uma empresa, vi um funcionário matando o tempo no serviço e quando perguntei por que não fazia a tarefa dele, ele me respondeu: “

- A culpa é do meu chefe que não me motiva”.

Em seguida perguntei: “

- Por que você não deixa este emprego e procura outro que tenha um chefe que motive você?”

E ele respondeu: “ - Eu não. Ele se quiser que me mande embora”.

Quando ainda perguntei o porquê de ele estar tão desmotivado, ele me respondeu:

“- É porque nunca fui promovido nesta empresa”. 
  
Fico impressionado ao ver que muitas pessoas não assumem responsabilidade alguma. Nem pela sua própria felicidade! A culpa é sempre do outro departamento, da outra seção, do fornecedor e até do cliente. A culpa é do sistema, do software, do provedor da internet, etc. Todos são culpados em algum momento. Menos ela, a pessoa que deveria ser a responsável pela tarefa ou função e que, além de não se responsabilizar, ainda se diz desmotivada por não ser promovida.

Nesta semana, pense se você não é das pessoas que culpa a tudo e a todos pelas coisas que deveria assumir e resolver. Pense se sua desmotivação não é fruto de sua ausência de responsabilidade.

Pense nisso. Sucesso! 

Por Luiz Marins

Comentários