Prefeito entrega projetos ao Ministro do Turismo no valor de R$ 10 milhões para obras de infraestrutura turística


Na última semana, o Prefeito Rosenvaldo Júnior esteve em Brasília, reunido com o Ministro do Turismo Vinícius Lummertz, acompanhado de lideranças locais e com o deputado Federal Ronaldo Benedet, onde entregaram ao Ministro projetos de infraestrutura turística para o Município.


Os projetos, no valor de cerca de R$ 10 milhões, são de grande importância para o desenvolvimento turístico de Imbituba e irão viabilizar e atrair eventos ainda maiores para a cidade, movimentando toda a região.

O projeto de construção de um Centro de Multiuso, no valor de R$ 5.796.456,76, deverá ser construído no terreno onde hoje é realizado o Festival nacional do Camarão e o Carnaval, o Parque Municipal de Eventos.

Com um Centro de Multiuso, o Município irá economizar anualmente milhares de recursos que poderão ser investidos em outras áreas, além de atrair eventos de grande porte para Imbituba.

O vice-presidente da Associação Empresarial de Imbituba -  ACIM, Jaime Pacheco Alves, acompanhou a missão. “Temos as belezas naturais e o espírito empreendedor, mas ainda precisamos de infraestrutura para atender com qualidade e de maneira sustentável a demanda de visitantes que recebemos. 

Acompanhamos o prefeito por acreditar, como entidade representativa dos empresários, que o turismo é um dos pilares econômicos mais importantes da nossa cidade. O centro de eventos foi uma das principais causas da nossa gestão e continua sendo com o presidente Adilson”.

Outros dois projetos de grande importância, que foram entregues na reunião, são: a drenagem e pavimentação da Avenida Central do Rosa, cerca de 1.900 metros, no valor de R$ 2.430.667,78 e, a Avenida Porto Novo, que prevê também drenagem e pavimentação, são 1.200 metros, no valor de R$ 1,7 milhões.

Duas das principais vias da Praia do Rosa, que recebe milhares de turistas anualmente, irão melhorar ainda mais a mobilidade e infraestrutura do local, atraindo mais investidores e mais turistas.

ASCOM/PMI 

Comentários