15 focos do Aedes aegypti aproximam Imbituba de uma infestação



A situação é considerada crítica pela Secretaria Municipal de Saúde. Já são 15 focos do Aedes aegypti registrados em Imbituba. Oficialmente, o município ainda não foi considerado como “infestado”, mas o surgimento de uma novo foco deve colocar a cidade nessa lista preocupante.

Por conta dos números alarmantes, uma reunião entre os representantes das Secretarias, Estadual e Municipal de Saúde, foi realizada nesta terça-feira (31), na Prefeitura de Imbituba. O encontro teve a intenção de mobilizar o município no combate ao Aedes aegypi.

“Nós temos 15 focos dentro do município. A situação é extremamente crítica. Nós estamos caminhando para uma situação de infestação, mas ainda é reversível. Nós viemos ao município para buscar o apoio de todos os setores, para todos abraçarem a causa, juntamente com a população”, relatou a bióloga da Secretaria de Estado da Saúde, Sabrina Fernandes Cardoso.

Com sete agentes de endemias trabalhando no município, mais de 1500 imóveis já foram vistoriados. Mesmo assim, a contribuição da comunidade é muito importante no combate ao Aedes aegypti. Já foram encontrados focos nos bairros, Nova Brasília, Porto da Vila, Campo da Aviação, Vila Nova e Araçatuba.

Para a Secretária de Saúde de Imbituba, Graciela Ribeiro, é importante esse trabalho em conjunto com o Estado porque, dessa forma, os especialistas podem acompanhar de perto as ações realizadas.

“Eles estão sabendo de todas as nossas ações. Estão em parceria com o município para que a gente continue com essa conscientização, esse trabalho intersetorial, conscientizando a população, pois, é só dessa forma que a gente vai conseguir acabar com esse problema”, informou a Secretária de Saúde de Imbituba, Graciela Ribeiro.

Comentários