Projeto lança alunos escritores em Imbituba

Foto: Israel Costa / ASCOM / PMI

Você já imaginou ver o seu filho se transformar em um escritor, com direito a livro publicado e noite de autógrafos? Pois em Imbituba, isso já é uma realidade.  Tudo por conta de um projeto "Nasce um Escritor", desenvolvido em uma escola municipal, com a participação de professores, pais e alunos.

Foto: Israel Costa / ASCOM / PMI

No começo, a intenção era, simplesmente, estimular a leitura entre os alunos do pré-escolar ao 5º ano. Mas o projeto foi além. Com a parceria entre a Escola Municipal Professora Teresinha Pinho de Souza, do bairro Arroio, e a Editora Estante Mágica, que é considerada a maior plataforma de projetos pedagógicos para instituições de ensino, os alunos passaram de leitores à escritores.

Através de contos infantis e histórias da vida cotidiana, criados em sala de aula, onze crianças lançaram os seus próprios livros. Do total de participantes, nove jovens ainda são alunos da instituição. Os exemplares foram editados de forma on-line e os interessados na compra dos produtos, podem fazer o pedido diretamente pelo site da editora.

Dessa foram, não há desperdício de papel e o custo da impressão não sai do bolso dos autores ou dos pais dos autores. Cada exemplar pode ser comprado pelo valor de R$ 40,00. “O objetivo era criar o hábito pela leitura, já que as crianças não tinham esse costume. Mas, com o projeto, nós conseguimos inspirar novos escritores”, disse a diretora. Gabriela Rosa Passos.

Foto: Israel Costa / ASCOM / PMI

O lançamento dos livros foi feito na própria escola, com a participação dos autores, dos pais, professores e de boa parte da comunidade escolar. A meta agora, segundo a organização, é que todos os 162 alunos da instituição se tornem escritores e que, em breve, a escola tenha, na biblioteca, uma estante mágica com os livros de todos os envolvidos.

“Assim, estilando os alunos, nós criamos uma educação de qualidade, com crianças entusiasmadas. Nós tínhamos um objetivo, que era só a leitura, mas alcançamos muito mais”, informou Maria Aparecida de Oliveira Passos, coordenadora pedagógica da escola.

Comentários