Aumento nos casos de câncer de mama preocupa em Imbituba


 
Os dados apresentados pela gerência do Centro de Referência da Mulher (CEREM) de Imbituba, relacionados aos casos de câncer de mama, são considerados preocupantes. Só em 2018, 14 mulheres foram diagnosticadas com a doença no município.
 
Isso representa mais de um caso registrado por mês em Imbituba. Das mulheres com a doença, apenas duas tem idade acima dos 63 anos. O restante não é considerada idosa. Pior é que os números podem aumentar nos próximos dias.
 
 
De acordo com a gerente do CEREM, Marília Mendonça, o município ainda aguarda pelas biópsias de mais nove pacientes. “Esse número é muito alto, porque representa mais de um caso por mês. Além disso, a maioria das pacientes diagnosticadas tem menos de 50 anos de idade”, informou a gestora.
 
Para ajudar no trabalho preventivo, a Secretaria Municipal de Saúde adquiriu um aparelho de Colposcopia. O equipamento, comprado com recursos do município, permite avaliar com mais clareza os casos relacionados ao câncer de colo de útero.
 
“Com esse tipo de aparelho conseguimos investir em prevenção. E, quando a gente fala de câncer de colo de útero, que um dos que mais matam no Brasil, ampliar a nossa capacidade de prevenção é fundamental. Esse equipamento de Colposcopia vai fazer isso, aumentar a nossa capacidade de avaliação precoce e, ao mesmo tempo, nos ajudar no tratamento das nossas pacientes”, informou o Prefeito de Imbituba, Rosenvaldo da Silva Júnior.

Comentários