CELESC libera energia em racho de pesca da Praia do Porto


Cerca de seis meses depois que a Superintendência do Patrimônio da União (SPU) liberou a instalação de energia elétrica no rancho comunitário de pesca da Praia do Porto, em Imbituba, enfim, veio o aval da CELESC para que serviço seja executado no local.

“Esse era um pleito nosso, da Associação de Pescadores da Praia do Porto e algo que estávamos trabalhando desde o início do mandato. Já tínhamos conseguido a liberação junto a Superintendência do Patrimônio da União (SPU), inclusive, com a licença e a liberação ambiental. Mas, faltava esse aval da CELESC. Agora, para a nossa alegria, tudo está bem encaminhado”, disse o Prefeito de Imbituba, Rosenvaldo da Silva Júnior.

Segundo o Secretário de Desenvolvimento Agrícola e da Pesca, Evaldo Espezim, até a conquista do pleito, foram muitas reuniões realizadas com diversos segmentos da sociedade. A obra deverá custar, aproximadamente, R$ 200 mil. Agora, o início da obra está dependendo, apenas, da chegada dos postes para a ligação elétrica.

A iluminação será instalada no rancho comunitário de pesca, onde oito pescadores trabalham diariamente. No local, também funciona a Associação de Pesca da Praia do Porto (AMAP).

Comentários