Imbituba: Piso nacional será pago aos professores da Rede Municipal de Ensino


Os professores da Rede Municipal de Ensino de Imbituba, que há décadas lutavam pela incorporação do piso nacional à categoria, tiveram o pleito atendido na tarde desta sexta-feira (29). O comunicado foi feito pelo prefeito, Rosenvaldo da Silva Júnior, em uma reunião com os representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais.

A partir de maio, quem tem o salário base abaixo do piso nacional, ou seja, menor que R$ 2.557,74, terá a adequação salarial. 

“Tivemos várias reuniões e debatemos muito sobre o assunto. Graças a Deus, agora, deu tudo certo e tivemos o pleito atendido. Será um incremento muito importante para quem não ganha o piso nacional. Com certeza, todos que estavam aqui na reunião saíram satisfeitos”, disse Luiz Paulo dos Passos, Presidente Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Imbituba.

Para o prefeito, Rosenvaldo da Silva Júnior, o reajuste aos professores que ganham abaixo do piso nacional é um avanço muito grande para a categoria. “A gente não consegue, nesse momento, fazer com que o aumento seja para todos os professores, mas, pelo menos, a gente cumpre o compromisso e faz justiça com aqueles que ganham menos“, enfatizou o prefeito.

Para quem ganha abaixo do piso nacional da categoria, o município fará uma complementação salarial. Para isso, será encaminhando um Projeto de Lei (PL) à Câmara de Vereadores, para que os professores recebam o piso nacional, inclusive, retroativo ao mês de março.

Na reunião, foi garantido também que, anualmente, quando houver o reajuste nacional, automaticamente, a reposição será incorporada ao salário dos professores de Imbituba.

Comentários