5 transformações que a pandemia está provocando no mundo

Crédito da imagem: RichLegg | Getty Images

Para Brendan Egan, CEO do Simple SEO Group, consultoria de marketing online e desenvolvimento web, o empreendedor deve se perguntar se seu negócio está pronto para as cinco maiores macrotendências que estamos prestes a ver. Confira as tendências que ele apontou no site da entrepreneur

1. Surgimento de ferramentas digitais e sites aprimorados

Muitos negócios não essenciais - incluindo lojas, salões de beleza, armazéns, fábricas e escritórios - tiveram que fechar seus ambientes físicos, mesmo sem ter ferramentas técnicas para sobreviver no meio online.

É fundamental que as empresas possam não apenas sobreviver, mas prosperar por meio de sites e ferramentas digitais aprimorados para atender seus clientes. “Coisas como o comércio eletrônico em setores que nunca o utilizaram, configurações avançadas de produtos, chatbots e aplicativos móveis estão em maior demanda do que nunca, porque as pequenas e médias empresas se juntaram à revolução tecnológica da década.”

Essas soluções ajudam empresas a funcionar agora e, serão uma macro tendência ainda mais importante à medida que o distanciamento social se tornar uma prática menos incomum.

2. Preocupações com cibersegurança

cibersegurança já é um tópico importante e, com regramentos como a Lei Geral de Proteção de Dados e outras relacionadas à privacidade, além de inúmeras notícias sobre o impacto negativo e às vezes irreversível de violações de dados, as pequenas e médias empresas passam a ter que encarar a questão também.

O número de funcionários trabalhando remotamente aumentou na quarentena. Em muitos casos, eles utilizam infraestrutura insegura e ferramentas de terceiros - duas das principais causas de possíveis violações e ataques. Isso é somado às práticas de armazenamento de dados por terceiros, como acontece nos serviços de telemedicina.

3. Aumento nas reuniões virtuais

Embora não haja substituto à altura para reunião presencial, aperto de mãos e contato visual, para os próximos anos, a tendência é que reuniões virtuais continuem.

Isso não se aplica apenas ao mundo dos negócios tradicionais, mas a muitos outros aspectos de nossas vidas - por exemplo, consultas com o médico e o terapeuta e encontros com o gerente do banco. Até um orçamento do cabeleireiro pode ser feito virtualmente. 

A novidade implica uma significativa economia de custo e tempo para todas as partes envolvidas. Essa é uma tendência que começou antes da pandemia e será amplificada.

A preparação para esse movimento vai muito além de um aplicativo para videoconferências. Folhetos e cartões de visita digitais, tutoriais em vídeo e informações mais completas e realçadas nos websites, se tornarão necessidades - já que entregar serviços como esses em mãos ao consumidor será cada vez mais difícil.

4. Maior controle nas despesas

Com o fechamento de negócios pelo mundo, as empresas procurarão maneiras de ter maior controle sobre suas despesas. Isso incluirá solicitação de prazos mais curtos de contrato, cláusulas de emergência, maneiras de tornar a força de trabalho escalável - utilizando trabalhadores e agências temporárias - e um desejo geral de reduzir despesas, especialmente aquelas recorrentes.

O Simple SEO Group percebeu sensivelmente que seus clientes expressam necessidade de reduzir despesas, não apenas como resultado da pandemia, mas também como uma prática que a ser continuada em um futuro próximo.

“Certifique-se de que sua empresa tenha respostas quando seus clientes solicitarem maneiras de economizar, reduzindo os termos do contrato ou protegendo-os de futuros desastres e catástrofes”, aconselha.

5. Funcionários ainda mais remotos

Por fim, empresas que lutaram contra o home office perceberam que funcionários remotos são eficientes e econômicos - sem falar que, para as gerações millennial e Z, ter a possibilidade de fazer home office é um grande benefício.

Com mais colaboradores trabalhando remotamente, vem a crescente necessidade de todos os quatro primeiros pontos mencionados. Brendan explica: “Essa tendência é algo que começou há mais de uma década, mas continuará sendo amplificada nesta nova década e após o surto de Covid-19”.

Tomar decisões e posicionar sua empresa agora para essas mudanças no mundo dos negócios garantirá que seus empreendimentos estejam prontos e na vanguarda da nova revolução da tecnologia digital remota.


Comentários